Educação Financeira – 6 dicas fundamentais pra você melhorar a sua

As recentes transformações  e atualizações do mercado financeiro que ocorrem no mundo moderno atingem pessoas de todas as camadas sociais. Logo, tem provocado um esforço para que esse público venha a entender as implicações desses incrementos em sua educação financeira. 

A educação financeira é ponto crucial para o desenvolvimento do ser humano, seja na área pessoal ou profissional. Ajuda o indivíduo a desenvolver habilidades para planejar e gerenciar melhor suas tomadas de decisões e alcançar suas metas e objetivos.

Neste artigo, mostramos 6 pontos fundamentais que você deve observar, afim de gerar efeitos positivos na sua vida financeira.

Fonte: Pexels Internet

Mas o que é Educação Financeira?

A Educação Financeira é o processo de aprendizado sobre finanças que ajuda as pessoas a tomarem decisões mais assertivas sobre seu patrimônio ao longo de suas vidas.

É um conhecimento essencial para ajudar a entender como administrar seu dinheiro, investi-lo sabiamente e fazer escolhas educadas sobre como gastá-lo.

Aqui estão 6 dicas cruciais para você pode aumentar seu conhecimento financeiro durante esse período conturbado:

1. Esteja atento à sua situação financeira atual

É importante entender sua situação financeira atual antes de poder fazer qualquer mudança.

Sente-se com seu cônjuge ou parceiro e discuta a sua situação financeira.

Tome nota de seus bens e dívidas, assim como de quaisquer receitas e despesas mensais que você tenha.

2. Não desperdice dinheiro com juros

Os juros são dinheiro que você pagou para usar o dinheiro de outra pessoa. Isto geralmente é aplicado a dívidas como compras com cartão de crédito. As taxas de juros flutuam, por isso é importante rever periodicamente suas taxas acordadas para garantir que elas permaneçam acessíveis.

Se você estiver pagando juros sobre um grande empréstimo, como uma hipoteca, crédito consignado ou até mesmo cheque especial, é importante que você além de observar a questão da taxa de juros imposta, atente-se com o prazo da negociação e como isso afetará o valor total que você acabará pagando de volta.

3. Encontrar assistência gratuita ou consultoria paga

Você pode não ter os meios financeiros para contratar um consultor financeiro. Felizmente, existem várias organizações e instituições que oferecem consultoria financeira gratuita e sem compromisso.

Caso você disponha de algum recurso, poderá também investir em consultorias financeiras com alguns profissionais qualificados ou até mesmo em cursos presenciais intensivos de curta duração ou a longa distância (online).

4. Aproveite os benefícios de seu empregador

Descubra se seu empregador oferece assistência financeira através de um programa de benefícios.

Muitas das principais empresas oferecem programas de assistência com dívidas, planejamento financeiro e outros serviços. Vale a pena dar uma olhada no que seu empregador oferece.

5. A educação financeira começa com o conhecimento de sua pontuação de crédito (score)

Sua pontuação de crédito é um número de até 4 dígitos (vai do 0 a 1000 pontos) utilizado pelos credores para determinar se você é ou não, um investidor digno.

Uma alta pontuação de crédito (701 a 1000 pontos) pode ser suficiente para obter uma taxa de juros mais baixa ou melhores condições sobre um empréstimo, uma taxa de seguro mais baixa, ou mesmo um arrendamento imobiliário.

Uma baixa pontuação de crédito (0 a 300 pontos), por outro lado, pode levar a taxas de juros mais altas, menos opções de empréstimo, ou a incapacidade de obter um empréstimo por completo.

Conhecer seu score o ajudará a entender onde você está e o que você pode fazer para melhorá-lo. Existem vários serviços que permitem que você veja sua pontuação de crédito (SERASA, SPC Score, entre outros).

6. Faça cursos para expandir seu conhecimento

Aqui estão 5 indicações de cursos de educação financeira para você:

▪ Gestão de Finanças Pessoais – Ministrado pelo Banco Central, esse curso oferece uma gestão dos conhecimentos básicos, mas de forma abrangente aborda o entendimento prévio das situações do cotidiano, desde sua primeira relação com o dinheiro, até a aposentadoria. Faça aqui sua inscrição. https://www.bcb.gov.br

▪ Educação Financeira para Jovens e Matemática Financeira Básica – Ministrado pela Comissão de valores Mobiliários (CVM), aborda conceitos básicos, teóricos e práticos em investimentos que te ajudarão a administrar melhor a sua condição financeira. Os cursos estão disponíveis de forma online pela modalidade EAD – Ensino a Distância. Faça aqui sua inscrição. https://cursos.cvm.gov.br

▪ Como fazer investimentos Fundação Getúlio Vargas (FGV) – Disponível em 2 módulos, esse curso aborda conceitos para se investir com segurança e inteligência, através de uma metodologia que guiará seus passos a gerenciar de forma prática e consciente, seus riscos. Os cursos também estão disponíveis de forma online. Faça aqui sua inscrição. https://educacao-executiva.fgv.br

▪ Matemática Financeira – Escola Virtual Gov – Esse curso está disponível em Portal único de Governo e acesso livre para aquele servidor ou cidadão que busca potencializar seus conhecimentos na área da gestão dos investimentos públicos. Nesse Portal você encontrará uma gama unificada de cursos dentro das escolas de governo e centros de capacitação da Administração Pública. Acesse aqui o portal. https://www.escolavirtual.gov.br/curso/93

▪ Cursos Online Santander – O Banco Santander Através do Programa Avançar, lançado em 2015, oferece aos seus correntistas e não correntistas por meio de uma plataforma online e gratuita, cursos que promovem o negócio de empreendedores por todo o Brasil. Abordam diversos assuntos desde a educação financeira, como Gestão, Fluxo de Caixa, Créditos, Pagamentos e Investimentos, como também notícias, podcasts, eventos e lives atualizadas que potencializam os negócios. Faça sua inscrição aqui. https://www.programaavancar.com.br

Considerações finais

A alfabetização financeira é essencial para uma vida feliz e saudável. Quanto mais você souber sobre como funciona o dinheiro, menor será a probabilidade de cometer um erro caro que poderá afetar sua vida a longo prazo. Com a ajuda deste post, você deve agora ser capaz de aumentar seu conhecimento financeiro e tomar decisões mais prudentes e inteligentes sobre suas finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *