Tecnologia em agronegócio – o incrível e moderno cenário atual

Como a tecnologia está transformando o agronegócio

A tecnologia tornou-se uma ferramenta chave cada vez mais importante do nosso dia-a-dia, e essa tendência não mostra sinais de desaceleração tão cedo. A forma como fazemos negócios, trabalhamos e até mesmo nos divertimos está passando por mudanças drásticas que são impulsionadas pelo surgimento de novas tecnologias, como big data e a Internet das Coisas (IoT).  

O Setor Agro brasileiro aderiu a esse novo cenário totalmente inteligente, conectado e inovador.

A seguir destacamos um painel com 5 incríveis startups de tecnologias inovadoras:

Sistemas de irrigação inteligentes

– Usam sensores e outras tecnologias para regular o uso da água nas plantações.

– O objetivo é aumentar a produção agrícola, minimizando o uso da água ou outros insumos, como fertilizantes através do monitoramento automático de culturas, que permite que os produtores saibam quando precisam de fertilizantes ou irrigação com base em fatores como níveis de umidade do solo ou tendências de temperatura.

– Fornece previsões meteorológicas em tempo real, para que você não seja pego de surpresa por uma tempestade inesperada, através de ferramentas de análise preditiva, que coletam dados de experiências anteriores.

GPS de rastreamento de gado

 – A tecnologia GPS tornou possível rastrear o gado em tempo real. Usando um computador os agricultores podem monitorar o paradeiro de seus rebanhos, identificar problemas como de saúde animal e encontrar animais perdidos que se afastaram.

 – Também permite que eles acompanhem o desempenho de animais individuais e usem dados para programas de reprodução, seleção e melhoramento genético.

Drones agrícolas

– Esses veículos aéreos não tripulados (UAVs) são equipados com câmeras, sensores e outras tecnologias de coleta de dados de última geração para ajudar os agricultores a monitorar e melhorar suas colheitas.

– Pode prever infestações de pragas com antecedência, para que você possa lidar com elas antes que causem danos.

 – Ao usar drones para adquirir dados sobre qualidade do solo, níveis de água, infestação de pragas e outros fatores, os agricultores podem tomar melhores decisões sobre como gerenciar suas terras.

– Os drones também podem ser usados ​​para pulverização de culturas, transportando pesticidas e fertilizantes a bordo. Especialistas em agricultura acreditam que o uso desses dispositivos pode aumentar muito a produtividade e, ao mesmo tempo, reduzir o custo da produção de alimentos.

Máquinas e veículos de última geração

– Cortadeiras e Colheitadeiras de grãos altamente sofisticadas que dispensam operadores na sua condução;

– Impressoras de tecnologia 3D que podem produzir alimentos, utensílios de decoração e até mesmo órgãos;

– Mini satélites que monitoram tudo dentro da propriedade rural;

– Tratores com tecnologia de precisão na coleta de dados como corte de base, altura, pressão dos discos de corte, etc.;

– Robôs que substituíram a mão de obra humana, como por exemplo, vemos na pecuária leiteira onde os mesmos é que fazem a ordenha do gado em sistema de confinamento.

Agricultura de precisão

– Processo de melhoria da produção agrícola por meio da otimização do uso de insumos como fertilizantes e irrigação em relação ao crescimento das plantas.

– Leva em consideração as variáveis ​​climáticas e as condições atuais do solo.

– No Brasil, diversos fatores têm contribuído para o aumento da agricultura de precisão. Primeiro, a ascensão da soja levou a uma melhoria na mecanização da colheita e das operações de armazenamento do feijão. Em segundo lugar, a industrialização das culturas foi facilitada por inovações tecnológicas que permitem que trabalhadores menos qualificados realizem tarefas complicadas com mais eficiência. Em terceiro lugar, um estudo recente realizado na Universidade Federal de Lavras mostrou que máquinas equipadas com tecnologia GPS e de sensores melhoram a produtividade da mão de obra e reduzem os custos operacionais quando comparadas com outras que não possuem tecnologia GPS.

– Uso da Nanotecnologia em laboratórios altamente aparelhados na produção de alimentos (melhorar a consistência, sabor e pigmentação dos mesmos) como também na pecuária (implantes ósseos em animais).

O futuro da tecnologia no agronegócio

A tecnologia está em ascensão há algumas décadas. A agricultura, em particular, passou por muitas mudanças. Destacamos três maneiras específicas que mudou o setor agrícola: aumento da produtividade, redução de custos de produção e melhoria na eficiência agrícola.

Esses avanços tecnológicos são evidenciados através de uma conectividade com o mundo digital cada vez mais sofisticado através da inteligência artificial (IA) na utilização de sistemas automatizados, que fornecem aos agricultores as melhores práticas para maximizar os rendimentos durante todo o ano, reduzindo o desperdício, melhorando os procedimentos de controle de qualidade, garantindo assim a sustentabilidade do Setor. A desvantagem é que os sistemas de alta tecnologia exigem um investimento significativo em equipamentos e podem custar de US$ 3.000 a US$ 10.000 por ano. A despesa geralmente depende do tamanho da sua operação, porque as operações menores geralmente não exigem sistemas avançados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.